Saiba como identificar informações verdadeiras ou falsas em relação à Pandemia

No último final de semana circulou pelo WhatsApp um áudio atribuído ao Ministro da Saúde, Luiz Henrique Madetta, afirmando que esta semana seria o período mais crítico em relação à transmissão do Coronavírus no Brasil. O ministro se pronunciou a jornalistas no domingo (22), desmentindo a informação, dizendo que o áudio é ‘fake’ e afirmando que suas falas para a população são feitas apenas por meios oficiais.

 

O fato desperta a atenção em relação ao cuidado que devemos ter ao receber e repassar notícias e dados via aplicativos de mensagens instantâneas e redes sociais. Em meio a tanta informação, fica difícil filtrar o que é verdadeiro e o que não é. Mas algumas dicas podem ajudar a identificar o que é falso e evitar a circulação de Fake News, que geram pânico e desserviço em várias esferas:

 

Avalie a fonte, o site e o autor do conteúdo.

Muitos sites publicadores de Fake News têm nomes parecidos com endereços de sites de notícias. Portanto, avalie o endereço e verifique se o site é confiável. Também veja se outros conteúdos do site também são duvidosos.

 

Avalie a estrutura do texto

Sites que divulgam Fake News costumam apresentar erros de português, de formatação, letras em caixa alta e uso exagerado de pontuação.

 

Preste atenção na data da publicação

Veja se a notícia ainda é relevante e está atualizada.

 

Leia mais que só o título e o subtítulo

Leia a notícia até o fim. Muitas vezes, o título e o subtítulo não condizem com o texto.

 

Pesquise em outros sites de conteúdo

Duvide se você receber uma notícia bombástica que não esteja em outros sites de notícia.

 

Veja se não se trata de site de piadas

Alguns sites de humor usam da ironia para fazer piada.

 

Só compartilhe após checar se a informação é correta

Não compartilhe conteúdo por impulso. Você é responsável pelo o que você compartilha.

 

Fonte das dicas: www.blog.saude.gov.br

 

Em relação ao Coronavírus, especificamente, o Ministério da Saúde criou um canal exclusivo para receber informações virais, que são apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdadeiras ou falsas: https://www.saude.gov.br/fakenews.

____________________________________________________

Learn how to identify true or false information about the pandemic

 

Last weekend, an audio clip attributed to the Minister of Health, Luiz Henrique Madetta, circulated around WhatsApp, stating that this week would be the most critical period of coronavirus transmission in Brazil. The minister spoke to journalists on Sunday (22) and denied the information, affirming that the audio is “fake” and that he only makes statements to the population through official channels.

 

This fact draws our attention to the care we must take when receiving and passing on news and data via instant messaging apps and social media. Amid so much information, it is difficult to filter out what is true or not. But some tips can help identify what is false and prevent the circulation of Fake News, which generates panic and harm in various areas:

 

Check the source, website and author of the content.

Many websites that publish Fake News have similar names to news websites. Therefore, check the address to see if the website is reliable. Check also whether other information on the site is also questionable.

 

Evaluate the text structure

Websites that publish Fake News tend to have mistakes in spelling, grammar and layout, capital letters and excessive punctuation.

 

Pay attention to the publication date

See if the news is still relevant and up to date.

 

Read more than just the title and subtitle

Read the news to the end. Often, the title and subtitle do not match the text.

 

Search other content websites

Be suspicious of bombastic news that isn’t on other news sites.

 

Check if it’s not a humor site

Some humor sites use irony.

 

Don’t share the information before checking if it’s true

Don’t share content on impulse. You are accountable for what you share.

 

(Source: www.blog.saude.gov.br)

 

Regarding the coronavirus in particular, the Ministry of Health has created an exclusive channel to receive viral information, which is investigated by technicians and officially declared true or false: https://www.saude.gov.br/fakenews.