Visite o site do Pueri Domus

Blog do Pueri Domus

covid-19

8 ferramentas para fazer chamadas de vídeo na quarentena

A demanda pela comunicação virtual se tornou muito maior nas últimas semanas com as medidas de isolamento por causa da pandemia do coronavírus. Seja para reuniões de trabalho ou bate-papo com a família e amigos, as videoconferências nunca foram tão populares.

Neste cenário, a tecnologia dá uma força. Não faltam opções de ferramentas e algumas plataformas, inclusive, liberaram o uso de seus pacotes pagos para facilitar a comunicação dos internautas durante este período. Listamos algumas opções para que você e sua família vejam qual se encaixa melhor às suas necessidades:

________________________________________________________________

8 tools to make video calls during the quarantine

The need for virtual communication has greatly increased in recent weeks due to the social distancing measures of the coronavirus pandemic. Whether for business meetings or chatting with family and friends, video conferencing has never been more popular.

In such a context, technology is our great ally. There are many options of tools and some platforms are even offering their services for free to help online communication during this period. We have listed a few of them for you and your family to see which best fits your needs:

Alimentação saudável ajuda na prevenção contra a Covid-19

Além de todos os cuidados que já conhecemos para evitar a contaminação com o Coronavírus, como o isolamento social, a higienização correta e constante das mãos e a utilização de máscaras, manter uma alimentação saudável pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico e, assim, prevenir contra a doença.

O escritório regional da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) elaborou 7 dicas de alimentação saudável para a América Latina para este período de isolamento. Confira:

  1. Fortaleça seu sistema imunológico por meio da alimentação

Aumente o consumo de frutas e legumes, com pelo menos cinco porções por dia. Eles contêm muitas vitaminas A e C, além de antioxidantes, que ajudarão a combater infecções. Coma legumes pelo menos três vezes por semana: são conservados por um longo tempo, são baratos e ajudarão a mantê-lo saudável, porque são ricos em proteínas e ferro.

  1. Não basta comprar alimentos não perecíveis

Em vez de comprar muito macarrão e arroz, compre frutas e legumes. Você comprou frutas e vegetais extras? Não tem problema: limpe, corte e congele. Você os terá prontos para sua próxima preparação. Prefira legumes e frutas em vez de biscoitos, lanches e doces.

  1. Planeje sua compra: compre o que for necessário e justo

Este não é apenas um ato de empatia com outros consumidores que também precisam estocar, mas ajuda a evitar o desperdício de alimentos e melhora a economia da sua casa.

  1. Não jogue fora suas sobras

Se você cozinhar demais, congele suas refeições para durar mais tempo, para evitar desperdícios, além de ter uma preparação pronta para outra ocasião, sem muito esforço. Lembre-se: os alimentos devem estar em boas condições para consumi-los.

  1. Beba bastante água

Beba pelo menos dois litros de água por dia para se manter hidratado e apoiar o sistema imunológico.

  1. Faça seu orçamento render

Se seu orçamento for limitado, recomendamos que você de preferência a água do que refrigerantes. Dê uma boa olhada no que você tem na despensa e na geladeira. Compre os produtos de acordo com a duração.

  1. Cozinha em família

O confinamento em que muitos de nós nos encontramos também é uma oportunidade de cozinhar em casa e introduzir as crianças nessa atividade para que aprendam hábitos alimentares saudáveis desde pequenos.

Fonte: https://nacoesunidas.org/fao-dicas-de-uma-alimentacao-saudavel-para-enfrentar-a-crise-da-covid-19/

________________________________________________

Healthy eating helps prevent against Covid-19

Besides all the normal precautions to avoid being contaminated by coronavirus, such as social distancing, correct and constant hand hygiene and wearing face masks, having a healthy diet can help strengthen the immune system and thus prevent against the disease.

The Regional Office of the United Nations Food and Agriculture Organization (FAO) prepared seven healthy eating tips for Latin America for this period of isolation. Here they are:

  1. Strengthen your immune system by eating well

Increase your consumption of fruit and vegetables, with at least five servings per day. They have a lot of vitamins A and C and also antioxidants, which will help fight infections. Eat vegetables at least three times a week: they can be stored for long periods, are inexpensive and will help keep you healthy for being rich in protein and iron.

  1. Don’t stock only non-perishable food

Instead of buying a lot of pasta and rice, buy fruit and vegetables. If you buy too much, no problem: wash, cut and freeze them. You will have them ready for your next recipes. Prefer fruit and vegetables to cookies, snacks and candy.

  1. Plan your shopping: buy what is necessary and reasonable

This not only shows empathy with other consumers who also need to stock up, but also helps avoid food waste and balances the household budget.

  1. Don’t throw leftovers away

If you overcook, freeze your meals so they last longer. You will avoid waste and have ready-made food for another occasion, without much effort. Remember: the food must be safe for consumption.

  1. Drink plenty of water

Drink at least two liters of water a day to stay well hydrated and support your immune system.

  1. Optimize your budget

If your budget is limited, we recommend drinking water rather than soft drinks. Check carefully what you have in the pantry and fridge. Buy products according to how long they will last.

  1. Cook together as a family

The confinement period most of us are experiencing is an opportunity to cook at home and introduce children to this activity so they can learn healthy eating habits from an early age.

Source: https://nacoesunidas.org/fao-dicas-de-uma-alimentacao-saudavel-para-enfrentar-a-crise-da-covid-19/

Como fazer máscara de proteção caseira com camiseta

A utilização de máscaras de proteção é uma recomendação de cientistas e dos órgãos de saúde para complementar os cuidados que as pessoas devem ter na prevenção contra o Coronavírus. No entanto, não é necessário se arriscar na rua para adquirir o equipamento, nem esvaziar os estoques. Dá para fazer em casa, de maneira rápida e simples, inclusive com a participação de toda a família.

De acordo com o Ministério da Saúde, para que a máscara seja eficiente, é preciso que ela tenha pelo menos duas camadas de pano. Quanto ao tecido, o ideal é que seja de algodão, tricoline, TNT ou outros, desde que seja desenhada e higienizada corretamente.

A máscara deve ser de uso individual e cada pessoa da família deve ter pelo menos duas, e elas devem ser trocadas a cada duas horas. Para higienizá-las, basta lavar com água e sabão ou água sanitária, deixando de molho por 20 minutos. Para que a máscara seja eficiente, ela deve cobrir totalmente a boca e o nariz, ficando bem ajustada ao rosto, sem espaços nas laterais.

Dica: Você pode personalizar sua máscara usando canetinhas e/ou tinta própria para tecido.

 

Atenção: A máscara caseira é uma medida complementar aos cuidados na prevenção contra o Coronavírus. Não deve substituir a higiene constante das mãos e o isolamento social.

 

————————————————————————

 

How to make a homemade face mask out of a T-shirt

Wearing a face mask is recommended by scientists and health agencies as an additional prevention measure against coronavirus. However, there is no need to take risks by going out to buy one, or to contribute to deplete existing stocks. You can make it at home, quickly and simply, with the help of the whole family.

 

According to the Brazilian Ministry of Health, an efficient mask must have at least two layers of cloth. As for fabric, the best are cotton, tricoline, TNT or others, as long as the mask is designed and sanitized correctly.

 

The mask must be for individual use and each person in the family must have at least two, changing them every two hours. To sanitize, just wash them with soap and water or bleach, letting them soak for 20 minutes. To be effective the mask must completely cover mouth and nose, fitting well to the face, with no loose areas at the sides.

 

Tip: You can personalize your mask using markers and/or fabric paint.

Caution: The homemade mask is a complementary prevention measure against coronavirus. It should not replace regular hand hygiene and social istancing.

Precisou sair? Saiba como evitar a contaminação ao chegar em casa

A orientação é: fique em casa! Mas quem trabalha em serviços essenciais, por exemplo, não tem opção. E, em algumas situações, acaba sendo inevitável dar uma saidinha rápida, seja para ir ao mercado, à padaria, à farmácia ou ao consultório médico.

Nesses casos, além de fazer do frasquinho de álcool em gel seu companheiro inseparável, alguns cuidados com a higiene ao retornar da rua são fundamentais para evitar a transmissão do Covid-19. Separamos algumas dicas:

  1. Ao chegar em casa, tire os sapatos e não toque em nada sem antes se higienizar com álcool em gel;
  2. Tire as roupas que estava usando na rua e coloque-as diretamente no cesto de roupas sujas, ou mesmo na máquina de lavar. Em seguida tome um banho. Antes disso, evite contato físico com os demais moradores da casa;
  3. Se você saiu com o seu bichinho de estimação, desinfete as patas do animal antes de deixá-lo entrar em casa;
  4. Cuidado com a bolsa! Durante a sua saída, ela pode ter encostado em superfícies contaminadas. Você pode limpá-la com álcool 70% ou mesmo passar um paninho com água e detergente. Separe um lugar específico onde possa guardá-la, como uma caixa ou mesmo pendurada em um cabide para que evite contato com outros acessórios;
  5. Limpe seu celular e óculos com água e sabão ou álcool;
  6. Higienize todo objeto que tocar. Assim que entrar em casa, limpe a maçaneta da porta e faça o mesmo com qualquer objeto que tenha tocado antes de se higienizar;
  7. Limpe tudo que trouxer do mercado. Parece exagero, mas é importante higienizar também tudo o que vier de fora: caixas de leite, latas, vidros, embalagens no geral. Na medida do possível, lave tudo com água e sabão antes de guardar na despensa;
  8. Mantenha sua casa limpa, independente se saiu ou não. Varrendo o chão diariamente e passando um pano úmido com um desinfetante comum, você diminui ainda mais as chances de contaminação.

____________________________________

Gone out? Learn how to avoid contamination when you come back

 

The recommendation is: stay at home! But workers in essential services, for example, have no choice. And at some point it is unavoidable to pop out, whether to go to the market, the bakery, the drugstore or the doctor’s.

In these cases, besides having a bottle of hand sanitizer with you at all times, taking a few precautions when your return home is essential to avoid the transmission of Covid-19. We have listed a few tips:

  1. When you get home, take off your shoes and don’t touch anything without first sanitizing your hands;
  2. Take off the clothes you are wearing and put them straight into the laundry basket or washing machine. Then take a shower. Before that, avoid physical contact with the other residents of the house;
  3. If you went out with your pet, disinfect the animal’s paws before letting it into the house;
  4. Mind your handbag! It may have touched contaminated surfaces. You can clean it with 70% alcohol or even wipe it with water and detergent. Set aside a specific place to store it, such as a box or even a hanger to avoid contact with other accessories;
  5. Wipe your cell phone and glasses with soap and water or alcohol;
  6. Sanitize everything you touch. As soon as you enter the house, clean the door handle and do the same with any object you have touched before sanitizing your hands;
  7. Clean everything you bring from the market. It may seem an exaggeration, but it is also important to sanitize everything that comes from outside: milk cartons, cans, glass containers, packaging in general. As far as possible, wipe everything with soap and water before storing;
  8. Keep your home clean, whether you went out or not. By sweeping the floor daily and wiping it with a damp cloth and common disinfectant, you further reduce the chances of contamination.

Saiba como identificar informações verdadeiras ou falsas em relação à Pandemia

No último final de semana circulou pelo WhatsApp um áudio atribuído ao Ministro da Saúde, Luiz Henrique Madetta, afirmando que esta semana seria o período mais crítico em relação à transmissão do Coronavírus no Brasil. O ministro se pronunciou a jornalistas no domingo (22), desmentindo a informação, dizendo que o áudio é ‘fake’ e afirmando que suas falas para a população são feitas apenas por meios oficiais.

 

O fato desperta a atenção em relação ao cuidado que devemos ter ao receber e repassar notícias e dados via aplicativos de mensagens instantâneas e redes sociais. Em meio a tanta informação, fica difícil filtrar o que é verdadeiro e o que não é. Mas algumas dicas podem ajudar a identificar o que é falso e evitar a circulação de Fake News, que geram pânico e desserviço em várias esferas:

 

Avalie a fonte, o site e o autor do conteúdo.

Muitos sites publicadores de Fake News têm nomes parecidos com endereços de sites de notícias. Portanto, avalie o endereço e verifique se o site é confiável. Também veja se outros conteúdos do site também são duvidosos.

 

Avalie a estrutura do texto

Sites que divulgam Fake News costumam apresentar erros de português, de formatação, letras em caixa alta e uso exagerado de pontuação.

 

Preste atenção na data da publicação

Veja se a notícia ainda é relevante e está atualizada.

 

Leia mais que só o título e o subtítulo

Leia a notícia até o fim. Muitas vezes, o título e o subtítulo não condizem com o texto.

 

Pesquise em outros sites de conteúdo

Duvide se você receber uma notícia bombástica que não esteja em outros sites de notícia.

 

Veja se não se trata de site de piadas

Alguns sites de humor usam da ironia para fazer piada.

 

Só compartilhe após checar se a informação é correta

Não compartilhe conteúdo por impulso. Você é responsável pelo o que você compartilha.

 

Fonte das dicas: www.blog.saude.gov.br

 

Em relação ao Coronavírus, especificamente, o Ministério da Saúde criou um canal exclusivo para receber informações virais, que são apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdadeiras ou falsas: https://www.saude.gov.br/fakenews.

____________________________________________________

Learn how to identify true or false information about the pandemic

 

Last weekend, an audio clip attributed to the Minister of Health, Luiz Henrique Madetta, circulated around WhatsApp, stating that this week would be the most critical period of coronavirus transmission in Brazil. The minister spoke to journalists on Sunday (22) and denied the information, affirming that the audio is “fake” and that he only makes statements to the population through official channels.

 

This fact draws our attention to the care we must take when receiving and passing on news and data via instant messaging apps and social media. Amid so much information, it is difficult to filter out what is true or not. But some tips can help identify what is false and prevent the circulation of Fake News, which generates panic and harm in various areas:

 

Check the source, website and author of the content.

Many websites that publish Fake News have similar names to news websites. Therefore, check the address to see if the website is reliable. Check also whether other information on the site is also questionable.

 

Evaluate the text structure

Websites that publish Fake News tend to have mistakes in spelling, grammar and layout, capital letters and excessive punctuation.

 

Pay attention to the publication date

See if the news is still relevant and up to date.

 

Read more than just the title and subtitle

Read the news to the end. Often, the title and subtitle do not match the text.

 

Search other content websites

Be suspicious of bombastic news that isn’t on other news sites.

 

Check if it’s not a humor site

Some humor sites use irony.

 

Don’t share the information before checking if it’s true

Don’t share content on impulse. You are accountable for what you share.

 

(Source: www.blog.saude.gov.br)

 

Regarding the coronavirus in particular, the Ministry of Health has created an exclusive channel to receive viral information, which is investigated by technicians and officially declared true or false: https://www.saude.gov.br/fakenews.

Navegue por assunto

Twitter

Loading...

Recomendamos

Arquivos