Visite o site do Pueri Domus

Blog do Pueri Domus

Ensino Médio

Conheça cinco personagens curiosos do folclore brasileiro

Por ser parte integrante da cultura de um país, a Unesco considera o folclore Patrimônio Cultural Imaterial e objeto que demanda esforços para preservação. Ao mantê-lo vivo e presente na sociedade, garantimos que as próximas gerações desfrutem o encantamento que ele tem proporcionado de geração em geração.

No Brasil, há até uma data instituída como Dia do Folclore. É em 22 de agosto, uma referência ao dia, em 1946, que foi publicada uma carta do escritor inglês William John Thoms, na revista The Atheneum e que trazia o termo criado por ele: folk (povo) e lore (conhecimento, saber).

Boitatá, Curupira, Saci, Iara, Boto Cor-de-Rosa, Lobisomem são alguns famosos personagens do folclore brasileiro, considerado um dos mais ricos do mundo. Há muitos outros, tanto que o portal Sites e Dicas traz um resumo dos principais mitos, lendas e personagens classificados por estados. Vale a pena acessá-lo para ler com as crianças as histórias.

Na lista a seguir, reunimos cinco curiosos personagens do folclore brasileiro:

IB Diploma facilita acesso de alunos a universidades brasileiras e internacionais

IB

 

Em universidades americanas como as da Carolina do Norte, do Sul da Flórida, Georgia Tech, Drew University, na canadense Universidade de Toronto e em brasileiras como Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC), Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e Fundação Getúlio Vargas (FGV), ex-alunos da Escola Bilíngue Pueri Domus utilizaram o IB Diploma para facilitar o acesso às instituições e ao ensino superior.

 

O IB Diploma faz parte dos programas criados pela fundação suíça International Baccalaureate e possibilita que jovens de 16 a 19 anos tenham qualificação internacional, reconhecida por universidades de cerca de 140 países. Desde 2010 a unidade Verbo Divino da Escola Bilíngue Pueri Domus integra a rede de instituições de ensino no Brasil que recebeu a acreditação e, recentemente, as unidades Itaim e Aldeia da Serra também passaram a fazer parte deste seleto grupo.

 

O diferencial do IB Diploma é propiciar aos jovens uma formação mais ampla e focada no desenvolvimento do pensamento crítico, além de preparar o aluno para entrar em uma universidade de primeira linha do país ou em várias partes do mundo. “Ao frequentar as aulas do programa, os estudantes tornam-se mais questionadores e passam a enxergar problemas de diferentes perspectivas, ou seja, desenvolvem habilidades cada vez mais exigidas pelo mercado do trabalho”, explica o diretor da unidade Verbo Divino, Deivis Pothin.

 

DISCIPLINAS

 

São dez as disciplinas que compõem o IB Diploma na Escola Bilíngue Pueri Domus: Português A Linguagem & Literatura, English, Business Management (Gerenciamento de Negócios), Environmental Systems and Society (Sistemas Ambientais & Sociedades), Math (Matemática) e Brazilian Social Studies (Estudos Sociais Brasileiros), Theory of Knowledge – TOK (Teoria do Conhecimento), Extended Essay – EE (Monografia) e Creativity, Activity and Service – CAS (Criatividade, Atividade e Serviço). Desta maneira cria-se um roteiro de aprendizado que ultrapassa o conhecimento acadêmico tradicional brasileiro e leva o aluno a uma imersão em alguns tópicos com maior profundidade.

 

Um exemplo de como isso se dá é a disciplina Creativities, Arts and Sports (CAS). Nesta matéria os alunos precisam desenvolver algum projeto social nas áreas criativa, artística ou esportiva. Ou seja, constroem um olhar mais amplo em relação ao mundo e questões sociais, aprendem na prática conceitos de empreendedorismo social.

 

Aluno de graduação em Economia da Fundação Getúlio Vargas, Bernardo Dias de Aquino Nascimento é um dos ex-alunos da Escola Bilíngue Pueri Domus que cursou o programa IB Diploma. Das 13 instituições de ensino que se candidatou, foi aprovado em 9, entre elas estão as universidades de Minnesota, de Michigan, de Toronto, do Texas, de Washington, da Pensilvânia, de Maryland, além da FGV.

 

“O IB Diploma contribuiu muito na minha formação! O curso foi excelente para eu criar uma rotina de estudos autônoma e estimular minha responsabilidade individual. E também contribuiu no aprofundamento do raciocínio crítico por meio das aulas de TOK (Theory of Knowledge) e na compreensão de que existem coisas muito importantes além do estudo, como o bem-estar físico e a promoção do bem-estar do outro, qualidades estimuladas pelas aulas de CAS (Creativity, Action and Service)”, comenta Bernardo.

 

“Estudo Relações Públicas na Universidade do Sul da Flórida e todo o conteúdo é voltado a pesquisas. O IB me preparou para enfrentar adversidades acadêmicas como a de realização de pesquisas; enquanto outros alunos internacionais não tiveram suporte prévio e têm dificuldade para realizar tal tarefa. Além disso, facilitou muito o entendimento de todas as tarefas, uma vez que eu tinha o domínio da língua inglesa. Através das tarefas extracurriculares e matérias como TOK e CAS, pude abrir a minha mente e entender como posso mudar o mundo e diferentes maneiras de aprender um conteúdo. O IB também fez de mim uma pessoa mais equilibrada”, explica João Pedro Pinto, também ex-aluno da Escola Bilíngue Pueri Domus.

 

Aluna do curso de Administração de Empresas na Universidade da Carolina do Norte, Amanda Witzke ao concluir o IB Diploma no Pueri, se candidatou a várias faculdades no Brasil e nos Estados Unidos. Aqui passou na FGV e no INSPER e nas estadunidenses foi aprovada nas universidades da Flórida, de Minesota, de Indiana, de Pittsburgh, além da que estuda.

 

“Cursar o IB em uma escola no Brasil foi um diferencial porque esse diploma mostra para a universidade que você já foi exposto a um currículo puxado e exigente. Com o IB eu aprendi a trabalhar em um ambiente estressante e de alta exigência. Hoje em dia, percebo que foi muito bom ter essa experiência cedo porque me deparo com situações desse tipo constantemente, tanto na faculdade quanto na vida aqui nos EUA. Desenvolvi minhas habilidades de planejamento, organização e foco e elas são aplicadas à minha vida diária”, conta Amanda.

MAIO AMARELO: Alunos do Ensino Médio são conscientizados em relação a segurança no trânsito

No mês de maio é realizado no mundo todo o movimento Maio Amarelo, de conscientização para a redução dos acidentes de trânsito. O objetivo é colocar o tema em pauta para a sociedade, estimulando a participação da população, empresas, governos e entidades. Para fazer sua parte, o Pueri Domus realizou, no último dia 21 de maio, uma ação de conscientização com alunos do Ensino Médio.

 

Maio Amarelo (52)

 

Em parceria com a Younder, empresa do segmento de tecnologia aplicada para Educação e Segurança no Trânsito, a escola reuniu as turmas de segunda e terceira séries no auditório e apresentou vídeos e alguns dados alarmantes. Um estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde) contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. São três mil vidas perdidas por dia nas estradas e ruas ou a nona maior causa de mortes no mundo.

 

Os acidentes de trânsito são os principais responsáveis por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade. Atualmente, segundo o site oficial do movimento Maio Amarelo, esses acidentes já representam um custo de US$ 518 bilhões por ano, ou um percentual entre 1% e 3% do PIB (Produto Interno Bruto) de cada país.

 

Após a conversa no auditório, os jovens participaram de uma experiência prática em um caminhão itinerante instalado na própria escola. Por meio de um simulador de trânsito, os alunos ‘dirigiram’ sob condições adversas, como se tivessem ingerido bebida alcoólica. Assim, puderam ter uma visão mais realista das consequências da direção irresponsável.

 

Maio Amarelo (93)

 

‘Por mais que ainda não possuam habilitação, em poucos anos esses jovens já serão motoristas. Por isso, é nosso papel como educadores conscientizá-los para que saibam, desde agora, as consequências de dirigir embriagados ou de qualquer outra maneira irresponsável”, diz Mariluce Lourenço, coordenadora pedagógica do Ensino Médio.

 

Educar para a cidadania também é um dos objetivos da Escola Bilíngue Pueri Domus e a experiência de hoje foi de grande importância para os alunos. “Eles conseguiram entender a importância e a responsabilidade social que se tem ao estar na frente do volante. Essa pode ter sido uma ação pequena, mas com certeza gerou uma reflexão importante nos nossos alunos sobre o assunto”, diz Deivis Pothin, diretor da unidade Verbo Divino.

 

Maio Amarelo (89)

Alunas da unidade Verbo Divino são selecionadas como finalistas na Febrace 2017

As alunas do Ensino Médio da unidade Verbo Divino Aline Pugliesi, Isadora Eivazian e Nicolle Paiano foram selecionadas como finalistas na mostra de projetos científicos da Febrace 2017, Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, que ocorre de 21 a 23 de março na Universidade de São Paulo. O evento é um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista, considerado a maior mostra de jovens talentos pré-universitários e seus trabalhos de pesquisa.

 

As meninas concorrem com o projeto “Jogo para auxílio de crianças entre 8 e 10 anos que possuem Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH)”, desenvolvido em 2015 para o projeto Olho de Prata, em que os alunos da 1ª série do Ensino Médio fazem trabalhos de pesquisa e desenvolvimento científicos a partir da escolha de um tema.

 

Aline, Isadora e Nicole criaram um jogo de tabuleiro chamado ‘Focus’, que incentiva a interação social da criança com TDAH e o desenvolvimento das funções executivas, reduzindo os sintomas do transtorno.

 

O grupo foi selecionado entre mais de 2,1 mil projetos submetidos diretamente pelos estudantes ou por meio de feiras afiliadas à Febrace. Os trabalhos abrangem diversas áreas do conhecimento e representam estudantes de todos os estados brasileiros.

 

Os jovens e seus projetos serão avaliados por pesquisadores especialistas e os melhores ganharão troféus, medalhas, bolsas e estágios. Também concorrerão a 70 bolsas de iniciação científica Junior do CNPq e a uma vaga para representar o Brasil na Feira Internacional de Ciências e Engenharia da Intel, que será realizada em Los Angeles (EUA).

 

Grupo finalista Febrace

 

Sobre a FEBRACE

Promovida anualmente pela Poli-USP, por meio do Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI), a FEBRACE é a maior feira brasileira pré-universitária de Ciências e Engenharia em abrangência, qualidade científica/tecnológica e visibilidade. Seu objetivo é estimular a cultura científica, a inovação e o empreendedorismo na educação básica, despertando novas vocações nessas áreas e induzindo práticas pedagógicas inovadoras nas escolas.

Pueri Domus ganha Prêmio Aberje pelo projeto Pueri VideoLab

pueri-videolab-5

 

O projeto Pueri VideoLab rendeu à Escola Pueri Domus e à sua agência parceira, a 301.yt, a vitória na categoria “Mídia Audiovisual” do Prêmio Aberje 2016, da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial, que, em sua 42a edição, sustenta o título de mais tradicional reconhecimento das melhores práticas da comunicação empresarial brasileira. A cerimônia ocorreu no último dia 24 de novembro, no Buffet França, em São Paulo.

 

O Pueri VideoLab inspira-se nos YouTube Spaces, estúdios com equipamentos de última geração que são disponibilizados para que criadores de conteúdo em vídeo contem com todo o apoio para desenvolver suas produções. O laboratório se localiza na unidade Verbo Divino, mas está aberto a alunos de todas as unidades da rede. Equipamentos profissionais e recursos para a produção e edição de conteúdos audiovisuais – como as mais avançadas câmeras, sets de iluminação, ilha de edição, e fundo infinito, por exemplo – estão à disposição para a produção não só de trabalhos diretamente ligados às suas aulas, mas também para atividades que contribuam com o desenvolvimento dos alunos em atividades extracurriculares.

 

Especialmente para os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental à 2ª série do Ensino Médio, há aulas que contam com a orientação de profissionais youtubers. Nelas, os alunos aprendem como roteirizar, produzir, gravar, atuar, editar, administrar e até mesmo a monetizar seus próprios canais no YouTube. O projeto está em sua segunda temporada.

 

“O Pueri VideoLab consome a maior parte do investimento publicitário para divulgação do Pueri Domus. Entendemos que ao convidar os alunos a protagonizarem a produção desta divulgação tornaríamos esse discurso muito mais legítimo e poderoso, pois não contaríamos somente com conteúdos audiovisuais de alta qualidade, apresentaríamos simultaneamente os cidadãos criativos, responsáveis e preparados para as competências do século XXI que a escola tem conseguido formar. Nesse sentido, muito mais que uma ferramenta de Marketing, o projeto é um ativo pedagógico da escola, cujo maior beneficiado é o aluno”, aponta Leandro Martins, diretor de Marketing do Grupo SEB, mantenedor da Escola Pueri Domus.

Pueri Domus lança segunda fase do Pueri VideoLab com a participação de Pyoung Lee

 

Pyoung Lee

 

O Pueri Domus acaba de lançar a segunda fase do projeto Pueri VideoLab, que dá oportunidade para alunos do 9º ano do Ensino Fundamental II à 2ª série do Ensino Médio de aprender a produzir, gravar e até monetizar vídeos no YouTube. Para o lançamento, que aconteceu no último dia 16 de agosto, tivemos a participação de uma das pessoas que mais entendem do assunto, o youtuber Pyong Lee.

 

Com 23 anos, coreano, formado em Direito e mágico profissional, antes de se tornar youtuber Pyong trabalhou em emissoras de TV como o SBT. Hoje é uma das figuras mais populares do YouTube e tem mais de 2 milhões de inscritos em seu canal “Pyoung Lee”, onde posta vídeos engraçadíssimos de hipnose e mágica.

 

Em sua visita ao Pueri Domus, ele conheceu o laboratório do Pueri VideoLab, bateu um papo com os alunos e conversou com o Blog do Pueri. Confira:

 

Pueri Domus – O que você achou do Pueri VideoLab? Gostou?

Pyong Lee – Achei muito inovador, incrível porque o Pueri Domus é um colégio tradicional que proporcionou esse avanço, essa oportunidade para a galera, e se atualizou dessa forma. Hoje muita gente ainda tem preconceito, não sabe o que é o YouTube, a profissão ‘youtuber’, internet, vídeos… Dar oportunidade aos alunos que assistem outros youtubers e desejam aprender e ser um influenciador e um criador digital é muito legal. O Pueri Domus é pioneiro nisso e ter um colégio que incentive isso é muito bom.

 

PD – Você é a prova viva de que o YouTube pode ser uma grande oportunidade profissional, não é mesmo?

P – Isso é uma realidade agora, já é uma profissão. E muita gente não tem ideia do tamanho, da dimensão disso. Para se ter uma ideia, vários youtubers com os quais tenho contato e com os quais trabalho junto ganham muito mais do que atores globais. A Kéfera, por exemplo, já ganha mais que o Rodrigo Santoro. É um trabalho que na verdade é empreendedor. O youtuber é um empreendedor que faz vídeos, que cria conteúdos, que vira uma celebridade, que é convidado para eventos, palestras, shows, ‘vira’ livros, recebe por licenciamento de produtos, cria conteúdo para a TV, cria conteúdo para a Netflix, etc. É um negócio tão gigante que as pessoas não têm ideia. Acho que, das novas, esta é a melhor profissão e a mais divertida, ao mesmo tempo em que gera tantos frutos, tantas oportunidades. Os jovens que querem iniciar nesse universo têm que entrar com essa cabeça, de que é um negócio mesmo, e tem que levar a sério.

 

PD – Que dica você dá para os jovens que desejam ser youtubers como você?

P – Primeiro de tudo tem que ter paixão pelo que faz e muita dedicação, porque não é fácil. As pessoas acham que é fácil porque “é só gravar vídeo, ganhar dinheiro, ficar famoso, viajar”, mas na verdade é algo que exige muito: muita coisa para entregar, responsabilidade com marcas grandes, responsabilidade geral. Não é uma brincadeira. Tem que ter uma regularidade, trabalhar todos os dias, você não tem horário. É muito cansativo, mas também é muito recompensador. Quem for começar tem que levar a sério, pois é um trabalho como qualquer outro, uma ‘empresa’, uma profissão. Tem que se dedicar, não desistir, fazer um controle de qualidade do conteúdo. Quanto mais inovador e diversificado o conteúdo, mais chance de dar certo. Enfim, o segredo é responsabilidade e paixão pelo que faz.

Alunos do Pueri Domus participam do projeto “Um Teto para o meu País”

4a44e457075e45a9398ca83844b0f19b

 

O último dia 21 de agosto no Pueri Domus foi marcado pelo embarque de 20 alunos a uma das experiências mais sensacionais da vida deles: a participação ativa como voluntários na construção de duas casas junto ao projeto “Um Teto para o Meu País”.

 

O “Teto”, como carinhosamente os alunos se referem ao projeto, atua em países da América Latina e Caribe com, entre outras ações, a construção de casas de emergência para pessoas e famílias em situação de extrema pobreza. Voluntários fazem desde a arrecadação do dinheiro para a construção das casas, até colocarem a mão na massa na hora da obra.

 

Há quatro anos o Teto foi apresentado ao Pueri Domus por uma aluna do Ensino Médio. A escola abraçou a causa na hora, e até hoje participa do projeto ajudando a transformar vidas, tanto dos alunos que participam, quando das pessoas que terão mais qualidade de vida.

9ad4a98af1c7725ddb1568d5546269e1

“Pra mim a palavra é ‘identificação’. Me liguei ao projeto desde o primeiro momento e, quando cheguei para a construção das casas, quando vi aquelas famílias, aquilo mudou minha vida”, diz Lucas Albuquerque, aluno 3° ano do Ensino Médio (Unidade Verbo Divino),  que já foi tesoureiro do projeto aqui no Pueri por um ano, mas teve sua primeira experiência de construção em agosto deste ano.

 

Para Amanda Witzke, aluna do 2º ano do Ensino Médio (Unidade Verbo Divino) o choque de realidade foi gigantesco. Ela comenta que precisou de mais de uma semana para assimilar as diferenças sociais e entender, por fim, que muito do que ela sabia sobre essas diferenças estava errado.

 

“Assim que eu entendi a realidade dessas famílias, dessas comunidades, me conectei mais ainda à causa e fico muito feliz de ver a minha escola abraçar o projeto junto comigo, pois é um local de abertura das mentes, de aprendizado, que é algo valiosíssimo que o Pueri, junto ao Teto, me proporcionou”, frisa Amanda.

f536076d8398415bcaf53ad9619fd0fd

Ao serem questionados sobre uma mensagem a ser deixada para quem quer participar de projetos sociais e até para quem nunca teve contato com essa experiência, Lucas e Amanda são unânimes: ser voluntário de projetos sociais é inexplicável, é uma felicidade e sentimento de realização sem tamanho, pois ele transforma mais do que famílias. Transforma, também, a vida de quem se voluntaria.

De frente com o Pueri – Débora Souza

No “De frente com o Pueri” nossos colaboradores vem nos contar sua trajetória de vida, tanto pessoal quanto profissional. Assim conhecemos um pouco mais sobre os membros da nossa família Pueri Domus. Nesta semana a Débora Souza, telefonista na Unidade Verbo Divino, é quem abre seu diário e nos conta tudo.

 

IMG_6389

 

Há 16 anos começava a história de Débora Souza no Pueri Domus. Uma vaga como Auxiliar de Serviços Gerais era o seu primeiro emprego, após sua chegada de Iassú – Bahia. Com 23 anos na época, ela diz que foi muito bem acolhida pelos colaboradores e alunos, que sempre a abraçam e cumprimentam até hoje.

 

Um ano se passou e Débora foi promovida. Seu novo cargo era telefonista/recepcionista/assistente/ajudante do Pueri Domus de diversas formas. Certa vez, até uma mãe perguntou a ela “Qual seu setor? Vejo seu rostinho sempre em tantos lugares diferentes”. Segundo a Débora ela gosta desse dinamismo, de sempre ajudar no que se precisa, desde os telefonemas até receber os alunos na entrada da escola.

 

Esta baiana chegou a São Paulo com formação em Magistério no currículo e com mais alguns anos, estava formada em Pedagogia. E não para por aí. Seu próximo passo é aprender a falar Inglês, inclusive suas aulas começam a partir do mês que vem.

 

O filho, Rodrigo, estuda no Pueri Domus. Está no 7º ano, muito bem adaptado e cercado de bons amigos, segundo a mãe. Os desejos de Débora mais cultivados no momento são ver o filho formado, terminar seu curso de inglês e continuar a fazer várias delícias na cozinha, que é o seu hobby favorito.

 

“Pueri Domus, Débora, bom dia” essa é uma frase que Débora fala frequentemente, mas o que seu marido, Joilson, não esperava é que ela dissesse isso um dia desses num pulo ao acordar de um sonho. “Você dorme e acorda com o Pueri né” – disse ele e sorriu. Débora sorriu também, por que é isso, para ela o Pueri é sua segunda casa, é uma família.

Primeiro “Todo Olhar” do ano em Aldeia da Serra

Todos os anos a nossa unidade Aldeia da Serra realiza o evento “Todo Olhar”, onde reúne todos os alunos para compartilhar e celebrar conquistas deles próprios e da instituição. Desta vez o destaque foi para alunos, formados em 2014, que conseguiram a aprovação no tão temido vestibular em grandes universidades como PUC, UNICAMP, ESPM, USP e Mackenzie e também pelas ótimas colocações na prova do ENEM que superou 48 posições, desde o ano anterior, garantindo a liderança na região.

 

Para encerrar com chave de ouro tivemos a reinauguração da quadra da unidade, que passou por grandes reformas e neste dia pode ter sua faixa inaugural cortada por um aluno do Maternal II e outro do 3º ano do Ensino Médio. Demais alunos também marcaram seus primeiros gols e pontos, em lances demonstrativos, nas modalidades Basquete, Futsal e Handebol, para dar início as atividades de um longo ano de aprendizado e diversão que ainda vem pela frente.

 

DSC06103 DSC06112

Nossas Estrelas – Carolina Fagundes, a nossa colaboradora musical

10389419_499050523574748_8026597447593569462_n

 

 

“Deep Feeling” ou sentimento profundo, é o que a música e os negócios representam na vida da nossa estrela desta semana, Carolina Fagundes. Assistente do Ensino IB do Pueri Domus (Unidade Verbo Divino), Carol está na música desde que se entende por gente, tendo como influência seus pais, que são músicos, e a vocação que nasceu com ela.

 

Em 2010, Carolina se formou em Canto, mas já carregava consigo técnicas de saxofone que aprendeu na igreja que frequenta com os pais. Após as aulas, aprendeu também noções de piano, trompete e conheceu o atual marido e sócio Daniel.

 

Sócio? Sim, quando eu disse que “Deep Feeling” também era negócios para Carol, é por que este é o nome da empresa de música e assessoria para eventos do casal. Suas raízes musicais para as festas são MPB, Soul e Jazz, mas se o cliente quiser outro estilo sonoro em sua festa eles o assessoram.

 

É claro que a Carolina não poderia deixar de ter ídolos com belas vozes. Para a nossa Assistente alguns nomes são Ella Fitzgerald, Kirk Franklin, The Clark Sisters, entre outros. “Mesmo quando eu acho que não estou pensando em música eu estou pensando em música, já faz parte de mim” complementa Carol.

 

Tem vídeo da nossa estrela cantando, clica aí no link 😉

http://goo.gl/aJhL2C

 

Navegue por assunto

Twitter

Loading...

Recomendamos

Arquivos